Buscar

Aquisição da One Medical pela Amazon: What next?

Marcia Makdisse, MD, PhD, MBA, VBHC Green Belt, MSc Health Care Transformation

Educadora, Pesquisadora & Mentora em VBHC | VBHC Educator, Researcher & Advisor.



O anúncio da aquisição da One Medical pela Amazon, por cerca de 4 bilhões de dólares, feito na última quinta-feira (20 de julho de 2022) provocou um verdadeiro reboliço no mercado da saúde, e não apenas nos Estados Unidos.


“Adoramos inventar para facilitar o que deveria ser fácil e queremos ser uma das empresas que ajudam a melhorar drasticamente a experiência de saúde nos próximos anos. Juntamente com a abordagem centrada no ser humano e baseada em tecnologia da One Medical para cuidados de saúde, acreditamos que podemos e ajudaremos mais pessoas a receberem cuidados melhores, quando e como precisarem. Estamos ansiosos para cumprir essa missão de longo prazo.” Neil Lindsay, SVP of Amazon Health Services, press release, 21/07/22.

“A oportunidade de transformar os cuidados de saúde e melhorar os desfechos combinando o modelo centrado no ser humano e empoderado por tecnologia junto com o time excepcional da One Medical aliados à obsessão pelo cliente da Amazon, o histórico de invenções e a vontade de investir a longo prazo é muito estimulante”. Amir Dan Rubin, One Medical CEO, press release, 21/07/22.

A One-medical é uma empresa que combina atendimento presencial em atencão primária com atendimento virtual que iniciou suas atividades em 2007 com apenas uma clínica em São Francisco e que expandiu para mais de 125 clínicas espalhadas em vários estados americanos e que conta hoje com mais de 700.000 beneficiários. O modelo de negócio da One Medical baseado em subscrição também pode ter contribuído para a sinergia com a Amazon. Cada beneficiário paga 199 dólares por ano para ter acesso a consultas virtuais 24/7, troca de mensagens de texto com os prestadores, acesso facilitado com agendamentos para o mesmo dia ou dia seguinte por meio do aplicativo, solicitação e renovação de receitas via aplicativo, navegação de pacientes e acesso online ao plano de cuidado e resumos dos atendimentos.


Em setembro de 2021, a One medical havia adquirido a Iora Health por cerca de 2 bilhoes de dólares. Iora Health é um dos cases mais bem sucedidos de implementação de Value-Based Health Care em atenção primária. Foi fundada pelo Dr. Rushika Fernandopulle, um dos nossos professores no Masters in Health Care Transformation no Value Institute for Health and Care at UT Austin. A combinação de um modelo de cuidado inovador incluindo médicos, coaches de saúde e especialistas em saúde comportamental, com a plataforma tecnológica Chirp desenvolvida pela Iora, mostrou-se capaz de melhorar os desfechos e reduzir os custos, especialmente com internações e visitas ao pronto socorro, de uma população idosa e com múltiplas doenças crônicas.


A Amazon vem fazendo incursões na área da saúde desde 2018 quando adquiriu a Pill pack, start-up de farmácia online que deu origem dois anos mais tarde à Amazon pharmacy e que foi integrada ao Amazon Care.


Também em 2018, a Amazon uniu-se ao JP Morgan e ao Berkshire Hatheway para lançar a Haven, organização sem fins lucrativos que tinha o propósito de causar uma verdadeira disrupção na forma como são adquiridos e prestados os serviços de saúde para os empregados dessas empresas. A Haven, no entanto, acabou encerrando suas operações em fevereiro de 2021, e alguns analistas sugeriram que as iniciativas isoladas e o grande investimento no Amazon care pode ter contribuído para o insucesso da Haven.


Em 2019, a Amazon adquiriu mais uma start-up, a Health Navigator, especializada em teleassistência e visitas domiciliares para funcionários de empresas. Fundada por um médico emergencista, Dr. David Thompson, o forte da empresa era o seu sistema digital de triagem de sintomas que tornou-se a base para o atendimento digital dos beneficiários do Amazon care, que se iniciou como um piloto oferecido aos funcionários da Amazon da região de Seattle e que mais recentemente estás endo oferecido nos 50 estados americanos. Os beneficiários tem acesso a pacote de conveniências que incluem teleconsultas, entrega expressa dos medicamentos prescritos e visitas domiciliares com foco em evitar idas desnecessárias ao pronto socorro.


Recentemente, em março de 2022, a Amazon e a empresa de telemedicina Teladoc Health anunciaram uma parceria para oferecer serviços de assistência virtual via Alexa. O modelo inicial inclui apenas chamadas de audio 24/7 mas, em breve, as consultas por video também estarão disponibeis.


O acordo de aquisição da One medical pela Amazon ainda aguarda aprovação dos órgãos reguladores americanos.


Fica aqui a provocação: Qual será o próximo passo desta gigante da tecnologia na área da saúde?


E mais, será que toda essa inovação disruptiva resultará em otimização do valor gerado para as pessoas atendidas e, por conseguinte, para o ecossistema de saúde como um todo?


Vamos acompanhar e torcer que sim.


#Academiavbhc

10 visualizações0 comentário