Time Driven Activity-based Costing

Sobre os Autores

Robert S. Kaplan é engenheiro elétrico com Mestrado no MIT (Massachusetts Institute of Technology), com PhD em Pesquisa Operacional na Cornell University. Foi para a Harvard Business School em 1984, onde atualmente é Professor Emérito de Desenvolvimento de Liderança Marvin Bowe. Suas inúmeras contribuições nas  áreas de gestão estratégica e custos o tornaram mundialmente conhecido, especialmente pela co-criação do Balanced Scorecard, com David Norton, do ABC (Activity Based Csoting) e, posteriormente, do TDABC (Time-Driven Activity-Based Costing), Custeio Baseado em Atividade e Tempo, com Steven R. Anderson.

Steven R. Anderson é engenheiro de sistemas e engenheiro químico, formado na Princeton University, com Pós-graduação em Contabilidade na Universidade de Houston. Em 1995, durante seu MBA na  Harvard Business School, foi aluno de Kaplan e teve contato com a metodologia ABC.  Saiu de lá com a ideia de que a metodologia poderia ser simplificada utilizando-se dois parâmetros centrais: a unidade de custo de capacidade do recurso e o tempo utilizado para realizar a atividade, nascia daí a ideia do TDABC. No ano seguinte, Anderson fundou a Acorn Systems, Inc. e, em 1997, construiu a primeira solução de TDABC. Em 2001, Kaplan passou a integrar o conselho administrativo da Acorn e os dois começaram a trabalhar juntos no aprimoramento da metodologia. Em Novembro de 2004, publicaram um artigo na Harvard Business Review descrevendo a metodologia TDABC (Kaplan, Robert S. and Anderson, Steven R., Time-Driven Activity-Based Costing (November 2003). Available at SSRN: https://ssrn.com/abstract=485443 or http://dx.doi.org/10.2139/ssrn.485443).

Resenha
O livro ‘Time Driven Activity-Based Costing: A simpler and More Powerful Path to Higher Profit’ apresenta os fundamentos da metodologia TDABC. A história é contada de forma evolutiva a partir do ABC, Custeio Baseado em Atividade e os motivos da sua não adoção em, larga escala e apresenta o TDABC, Custeio Baseado em Atividade e Tempo, como uma solução mais elegante e mais acurada. Os dois parâmetros necessários para o cálculo do TDABC, a taxa de custo de capacidade e o tempo requerido de cada recurso, são explicados de forma didática e com vários exemplos. O capítulo 4, apresenta os passos para a implementação de modelos de TDABC, envolvendo as fases de preparação, definição, acesso e análise dos dados, construção do modelo piloto e lançamento do TDABC na empresa. O livro também aborda a integração entre TDABC e Lean Six Sigma e apresenta uma série de estudos de casos de implementação de TDABC em empresas de diferentes segmentos. O livro não trás exemplos de aplicação na área da saúde, mas a proximidade entre Kaplan e Michael Porter acabou por criar uma forte interface entre TDABC e Value-Based Health Care ao longo do tempo e hoje é considerada a metodologia de escolha para o cálculo do denominador da Equação de Valor (Valor para os pacientes = Desfechos / Custos), proposta por Michael Porter e Elizabeth Teisberg no Livro Repensando a Saúde, em 2006. Na equação, o custo deve ser medido ao nível das condições clínicas para ciclos completos de cuidado. A identificação de ineficiências nos processos de cuidado e de oportunidades de redução dos desperdícios são dois grandes benefícios da aplicação do TDABC, especialmente para os prestadores de serviços de saúde que desejam participar de modelos de remuneração baseados em desfechos. Um artigo emblemático, publicado em 2011 por Kaplan e Porter, na Harvard Business Review, é uma excelente leitura complementar para quem deseja se aprofundar na aplicação do TDABC nos Serviços de Saúde (Kaplan, R.S and Porter, M.E. How to Solve the Cost Crisis in Health Care. Harvard, Business Review. September 2011).
 
Por sua maior acurácia e por ser considerada a metodologia de escolha para a medição do denominador da Equação de Valor, o livro ‘Time Driven Activity-Based Costing: A simpler and More Powerful Path to Higher Profit’ é um dos quatro livros de leitura obrigatória que recomendo para todos que desejam expandir sua visão de como tangibilizar o valor criado por novos modelos de cuidado e de remuneração.
Ótima leitura!
Marcia Makdisse.

 

Time Driven Activity-based Costing
A simpler and More Powerful Path to Higher Profits
Autores: Robert S. Kaplan, Steven R. Anderson.
Editora: Harvard Business School Press, Boston, MA, USA.
Ano de publicação: 2007
Idioma: inglês
Tamanho: 288 páginas
ISBN:  978-1422101711
Referência: Kaplan, R. S., and Steven R. Anderson. Time-Driven Activity-Based Costing: A Simpler and More Powerful Path to Higher Profits. Boston: Harvard Business School Press, 2007.